domingo, julho 30,21:48
Faltam 2 semanas...
Photo: ?

Mar,
Metade da minha alma é feita de maresia.

Há muito que deixei aquela praia
De grandes areais e grandes vagas
Mas sou eu ainda quem na brisa respira
E é por mim que espera cintilando a maré vasa

Quando eu morrer voltarei para buscar
Os instantes que não vivi junto do mar

No mar passa de onda em onda repetido
O meu nome fantástico e secreto
Que só os anjos do vento reconhecem
Quando os encontro e perco de repente

(Sophia de Mello Breyner Andersen)
 
posted by Meia Lua
Permalink ¤ 15 comments
domingo, julho 23,21:38
Falta-me algo...

"... Ainda que eu falasse
a língua dos anjos...
que falasse
a língua dos homens...
Sem amor,
eu nada seria... "
 
posted by Meia Lua
Permalink ¤ 28 comments
quinta-feira, julho 20,20:56
Sorrir é o que importa, sempre!

Nada como um dia após o outro.

Esta semana pude comprovar o que pode mudar definitivamente o nosso dia... a nossa atitude perante as situações.

Parece conversa de livros de auto-ajuda, mas funciona.

Lá estavamos nós stressadas, chateadas, cheias de trabalho.. e em conversa com uma colega num daqueles dias em que tudo o que fazes parece sair mal, olhámos uma para a outra e resolvemos que devíamos mudar a nossa atitude, perante nós mesmas e perante os outros.

- O meu trabalho é o melhor do mundo e as coisas saem sempre na perfeição.
- E os colegas hã? Que maravilha, sempre tão prestáveis e simpáticos...
- Para não falar nos nossos chefes, sempre aprovam tudo sem porquês!!!
- Somos umas sortudas, confessa...

E num acesso de riso... ... ..., fizémos um acordo. Sorrir sempre, sempre, por pior que as coisas estejam e mesmo que seja ás 10h00 da noite no escritório...

E não é que o dia hoje foi bem melhor?
Apesar de ter trabalhado 9 horas seguidas e não ter almoçado estou muito bem disposta!!!

Eu sei... eu sei... o facto de amanhã ser sexta-feira também influi, mas devemos dar os devidos créditos aos sorrisos, não acham?
 
posted by Meia Lua
Permalink ¤ 19 comments
segunda-feira, julho 17,21:17
Amanhã, sim amanhã.
Hoje acordei "possuída" com a idéia de fazer a minha inscrição no ginásio.

Ultimamente tenho estado muito cansada, física e mentalmente sem muita vontade de fazer as coisas, por isso fiz uma análise dos últimos tempos e cheguei à conclusão que há uma coisa que não faz parte da minha rotina há pelo menos 6 meses e faz-me muita falta para a saúde da mente e do corpo... Para quem estava habituada a fazer ginástica de 3 a 4 vezes por semana, com os sábados pela manhã incluídos, durante pelo menos 2 anos sem paragens... já podem imaginar.

E então fui trabalhar a pensar na hora de sair e correr para o ginásio. De facto trabalhei, trabalhei, trabalhei.... e trabalhei tanto para uma segunda-feira que quando saí estava esgotada. Uma colega pediu-me boleia e eu comentei que tinha de comprar água... e pronto!

Desvio total dos objectivos.

Garrafão d'água em punho, calor, fila no supermercado, levar a colega ao destino, trânsito... agora só amanhã. Não, não é desculpa... prefiro dizer que amanhã, se tudo correr bem (e há de correr) faço a minha inscrição...

Agora só me apetece um banhinho, relaxar e não pensar em mais nada!!!

 
posted by Meia Lua
Permalink ¤ 29 comments
sábado, julho 15,09:00
Sábado à noite

Hoje vou oferecer um jantar, o primeiro nesta casa. Para mim é um prazer cozinhar, acho que já disse isso em outros posts... mas tem de ser por um bom motivo.

O primeiro passo antes de começar é escolher um CD que me faça dançar e cantar enquanto cozinho. O segundo é abrir o vinho (afinal não posso oferecer vinho aos meus convidados antes de o provar...) ;)

Entradas com pimenta... a seguir curry, açafrão, cardamomo, arroz branquinho... especiarias e um toque indiano.

A mesa é fundamental... tudo com côr e sabor ou eu não fosse a Meia Lua... vinho fresquinho, melão, gelado no fim. Muito simples, como deve ser, já que o ingrediente principal é a conversa!

Velas espalhadas pela casa, janelas entreabertas para que se veja a lua lá fora... e já está.
 
posted by Meia Lua
Permalink ¤ 21 comments
quinta-feira, julho 13,20:20
Lazy
Não sei se é este calor... se é a semana que custa tanto a passar, mas de facto neste momento não tenho vontade para nada.

Não me apetece acordar cedo
Não me apetece ir trabalhar
Não me apetece que hoje ainda seja quinta-feira
Não me apetecem os prazos, nem as reuniões
Não me apetecem as decisões
Nem sequer abrir o email e ver as mensagens a caírem
Amanhã devia ser sábado...

Devo estar num dia NÃO, por isso vou deixar de escrever que este blog é para ter energias positivas!!!! Vou me deixar ficar sossegada e fazer NADA...

Não sei de quem é a imagem, mas é perfeita para o meu estado de espírito!
 
posted by Meia Lua
Permalink ¤ 7 comments
domingo, julho 9,21:09
Obrigada
Sexta-feira: Uma reunião que não foi tão má assim como pensávamos, eu no écran com a cara pintada a fazer de guerreira do Braveheart (não sei porquê, calha-me sempre fazer estas coisas!!!), um Karaoke em que tirando o nosso grupo, é claro, os outros eu não desejaria a ninguém passar pela experiência de ouvi-los cantar... ... ...

Dançar, chegar a casa ao amanhecer depois de um grande passeio com a Nanda e o Rodrigo (que saudades tinha eu deste amigo tão especial)... Há muito tempo não fazia isso, devo estar mesmo a ficar velha...

Sábado: 4 horas de sono... shopping... calor... a Isabel lá encontrou o que ela queria, e ficou mesmo gira com as blusas que escolheu!!! A Nanda já desvairada queria comprar tudo, depois de 1 mala, 1 túnica (disse: - Esta é a túnica da minha vida!), 1 vestido, 2 tops, e outras peças que não vou comentar...

Jantar! Lá fomos nós... as 7 (Eu, Nanda, Isabel, Ana, Anabela, Eugénia e a Cré) hummmmm estava mesmo bom... não só o restaurante, mas principalmente a companhia...

Domingo: falar, risos, vinho... outros risos... e até o Tarot tiramos!!!
Taxi :(... estava mesmo difícil, mas connosco ninguém pode e por isso, tudo acabou bem e a horas, que era o mais importante.

De volta do aeroporto e depois de um fim de semana "unstoppable", cá estou... sozinha e já com saudades das minhas amigas... É verdade, habituamo-nos á presença de quem gostamos muito rapidamente e depois é como uma ressaca quando se vão embora.

E não é que vieram e trouxeram com elas a alegria, bons momentos, muitos risos... mais risos... todos os risos que estavam guardados para quando nos encontrássemos? E gastamos o stock!!! Agora vou ter de começar a armazenar risos outra vez... Fiz todas as queixas e desabafos, contei todas as histórias, recebí todos os mimos... (esta é a melhor parte)

Não sei quando nos vamos conseguir juntar todas outra vez, porque a vida ás vezes separa e afasta as pessoas. Os caminhos diferentes, as necessidades e vontades... mas a amizade fica e vai ser igual a cada vez que nos encontrarmos, falarmos, rirmos ou chorarmos, porque quando o que nos une é verdadeiro... com a distância pode adormecer, para depois acordar mais tarde...

No dia em que estivermos juntas outra vez...
 
posted by Meia Lua
Permalink ¤ 32 comments
terça-feira, julho 4,20:17
As flores que eu queria ver em ti
Queremos sempre tanto!!! Nunca estamos satisfeitos, queremos, queremos, queremos.

Tudo seria muito mais simples se estivéssemos contentes com o que temos, a nível pessoal, a nível material... Mas parece-me que é um ciclo do qual não se pode escapar.

Quando somos pequeninos, queremos ser grandes. Quando adultos, desejamos não ter tantas responsabilidades e então sonhamos em voltar atrás...

Porquê somos eternos insatisfeitos e queremos sempre mais?
A cada vez que subimos um degrau, desejamos sempre outro mais acima. Isto é cansativo... é um eterno "searching"... mas dizem que é a essência do ser humano e que se um dia estivéssemos realizados, morreríamos porque não teríamos nada mais a alcançar...

Preocupa-me às vezes é o quê buscam as pessoas.
(isto sou eu nos meus pensamentos à tarde, enfim... a divagar)

Uns alívio espiritual, outros fazer parte de um grupo, há os que querem o conhecimento e ainda os que procuram o amor... Enquanto estivermos nesse campo a busca é saudável, como preencher um espaço na nossa vida e é claro, louvável...

Nem sempre é assim. Muitas vezes a busca é por "status", um parecer ser, ou parecer ter... e fico triste, mesmo triste quando vejo pessoas jovens com um objectivo de vida tão vazio. Vazio como o que vão sentir quando os anos se forem e perceberem que aquilo que buscavam era efêmero e sem valor...

Talvez a nossa busca seja mesmo essa, "percorrer o caminho e tentar plantar sempre flores, para colher um dia uma eterna primavera" (palavras da minha mãe :) )

As flores podem murchar e secar... mas na nossa memória vamos guardar o cheiro, a beleza e as cores que tiveram um dia.
 
posted by Meia Lua
Permalink ¤ 21 comments