domingo, fevereiro 26,17:16
É Carnaval
Para quem vive nas grandes cidades o Carnaval passa até despercebido, não fossem as crianças mascaradas pelas ruas, podíamos dizer que estamos num outro feriado qualquer. A maioria aproveita para viajar, porque afinal são 4 dias que já dão para um bom descanso.

Mas eu hoje, resolví escrever sobre o melhor Carnaval do Mundo, na minha opinião é claro. Alguns consideram o Carnaval do Rio de Janeiro por ser um espetáculo cheio de fantasia que é tornada realidade por 3 dias, num desfile espetacular... outros consideram o de New Orleans feito em mistério, jazz e um desfile tradicional... mas para mim o Carnaval é igual a Salvador da Bahia.

É a época do ano onde todos juntos, sejam ricos ou pobres, saem à rua com o objectivo da diversão. Não é um Carnaval de plateia, porque a plateia é o protagonista. Não se vai à rua ver, vai-se à rua “brincar” o Carnaval... e talvez por ser assim, participativo, é tão encantador. Não conseguimos estar parados e diz-se que “Atrás do Trio Eléctrico só não vai quem já morreu”.

Assim, seguem alguns significados e curiosidades:

. Trio Eléctrico – criado em 1950, inicialmente era um burro... hoje é um camião equipado com amplificadores que leva uma Banda e percorre as ruas durante o carnaval.

. Bloco – é o conjunto com a infraestrutura necessária para “pular ou brincar” o Carnaval. Um bloco tem um ou mais trios eléctricos, carros de apoio para crianças, casas de banho, bares, serviços de primeiros socorros e uma corda humana formada de seguranças cuja função é proteger quem está lá dentro.

. Abadá – é a roupa oficial de cada bloco, consiste basicamente numa espécie de t-shirt e uns calções.

. Folião – é quem vai dentro do bloco

. Pipoca – é quem vai fora do bloco, solto na multidão...

. Circuito - Os quatro circuitos da folia

. Mamãe Sacode – adereço de mão feito de um bastão com fitas usado para sacudir, semelhante aos das torcidas organizadas do futebol americano.

. Bebida Oficial do Carnaval – Cerveja (mas não podemos esquecer das fabulosas águas de côco)

. Duração do Carnaval em Salvador – de 6ª a 4ª feira, começa com festas espalhadas pela cidade, principalmente no Pelourinho, mas os desfiles dos blocos só acontecem nos 4 dias oficiais.

Eu pessoalmente já “brinquei” o Carnaval de várias maneiras, já fui Pipoca, já estive no Bloco e já estive até em cima de um Trio Eléctrico ao lado da Banda...

Lembro-me como se fosse hoje de um Carnaval que passei em Salvador, alguns anos atrás, de pipoca. Para começar a temperatura nunca é menor do que 30º mesmo à noite... Os circuitos demoram cerca de 7 horas a fazer... a pé.

Gostei particularmente de às 11h00 da manhã, ir ver os Blocos a sair, no Campo Grande, em frente ao Teatro Castro Alves (o poeta dos escravos)... Passaram por mim o Carlinhos Brown, mesmo ao meu lado... a Daniela Mercury e a Ivete Sangalo entre outros. Entra bloco e sai bloco até as 8h00 da noite...

É só o tempo de tomar um banhinho para “recarregar” as baterias, comer qualquer coisa e lá vamos nós ao percurso da noite, da Barra a Ondina e claro com o mar mesmo alí ao lado... A partir do 3º dia estamos como que anestesiados, já não doem as pernas e é só curtir... haja preparação física!!!

Não posso deixar de referir o espetáculo que é ver o Olodum, os Filhos de Ghandi e o Ara Ketu a passar...

“Sorria, você está na Bahia”...
 
posted by Meia Lua
Permalink ¤ 32 comments
sábado, fevereiro 25,15:01
Lá fora
Imagem: ?

chove, chove, chove....
 
posted by Meia Lua
Permalink ¤ 16 comments
sexta-feira, fevereiro 24,21:29
Just the way it is...
Os dias não têm sido fáceis.

Muito trabalho, muitas coisas para fazer e não esquecer de fazer... Por isso tenho estado um pouquinho longe do meu blog e não tenho visitado com a frequência habitual os vossos.

Tudo por uma boa causa. Fevereiro está quase no fim e o meu mês de Março que ainda não começou, mas desde já a dar um trabalhão..., vai ser muito curtinho para as coisas que gosto de fazer.

Lá vou eu de malas prontas:

  • 1 a 3 - Madrid (reuniões de trabalho)
  • 7 a 24 - Dublin (formação, ou melhor... formatação cerebral)

Vai ser cansativo... mas não vou deixar de escrever no meu e nos vossos blogs... isso é que não!

 
posted by Meia Lua
Permalink ¤ 22 comments
terça-feira, fevereiro 21,22:14
A lenda do trevo mágico
"- Espera! Espera! Só mais uma pergunta, peço-te eu. Tu, que és a Rainha das Árvores, permites-me que corte alguns ramos de um dos teus súditos? Tenho autorização?

A Sequóia respondeu:

- Não necessitas da minha autorização. Tens somente de eliminar os ramos mortos e as folhas secas. Nunca ninguém neste bosque trabalhou para manter limpas as copas das árvores. Nunca ninguém podou os nossos ramos.

Por isso não há luz no bosque..."

(Alex Rovira Celma e Fernando Trias de Bes)
 
posted by Meia Lua
Permalink ¤ 23 comments
domingo, fevereiro 19,23:07
Amanhã é 2a feira...
 
posted by Meia Lua
Permalink ¤ 29 comments
sábado, fevereiro 18,01:02
O teu jardim


Eu imagino-te num jardim, lindo, cheio de sol, pássaros e flores, sentado num banco de madeira, mais novo, ainda sem os cabelos brancos e perfumado com o cheiro da terra molhada de chuva que tanto gostavas.

Um campo vasto à tua frente, com a natureza viva, a que sempre buscavas e que te fazia sonhar. Penso se lá estão, ao teu lado as roseiras ou macieiras que um dia aqui plantaste e que com tanto gosto nos ensinaste a plantar.

Hoje faz um ano que nos deixaste. Um telefonema, uma dor, um avião apanhado às pressas, o vazio de não ter estado ao teu lado, de não conseguir chegar a tempo.

Foste para o teu jardim, eu fiquei deste lado do portão e a única coisa que pude fazer foi dizer adeus. Ainda não consigo falar disso ou escrever este post sem me emocionar.

O meu amor continua aqui. Tu continuas em mim, sempre.
 
posted by Meia Lua
Permalink ¤ 31 comments
quinta-feira, fevereiro 16,13:27
Restart
Desde o início do ano sentí que uma nova fase na minha vida estava prestes a começar... Sabia que tudo ia ser muito diferente, mas ainda não sabia como viria a mudança.

E o tempo de mudança veio assim, de repente, vestido de oportunidade.

O mais engraçado é que há muito tempo esperava por isso, mas se calhar ainda não estava aberta à sua chegada. Quando olho para trás é que vejo, se tivesse acontecido noutra altura, eu talvez não teria aproveitado ou até mesmo recusasse.

Tudo acontecia à minha volta e dei por mim a perguntar: Mas quando é que chega a minha vez?

Chegou... agora vejo perfeitamente que tudo acontece no tempo certo e que se não aconteceu, é porque ainda não é o momento. É claro, trabalhei muito para isso, esforcei-me e não tenho nenhuma dúvida de que o que eu conseguí nada mais é, do que fruto do meu trabalho e empenho como profissional.

Além da alegria e da motivação, tenho a perfeita noção de que nada acaba aqui...este é só o início de um novo ciclo. Se é o caminho certo eu ainda não sei, mas é o que se meteu à minha frente e o que eu escolhí seguir.
 
posted by Meia Lua
Permalink ¤ 26 comments
terça-feira, fevereiro 14,08:30
Feliz dia de quem não tem namorado(a)
"Somos mais inteiros quando sentimos falta de algo.

O homem que tem tudo é, sob certos aspectos, um homem pobre. Nunca sabe o que é ansiar, esperar, nutrir a alma com o sonho de algo que sempre quis e nunca teve.

Há integridade na pessoa que está resolvida com suas limitações, que foi corajosa o bastante para abandonar os sonhos irreais sem se sentir fracassada ao fazê-lo." (autor desconhecido)

Para os que hoje têm a mesa vazia, com um lugar apenas... os que estão sozinhos e muito bem acompanhados de si mesmos. Àqueles que têm todos os dias... mas só não têm um namorado(a)

Cheers!!!

foto: Blue Moon, Monalisa Sound
 
posted by Meia Lua
Permalink ¤ 44 comments
sexta-feira, fevereiro 10,23:03
O caminho
Alguma vez já deram por andar num caminho que conhecem bem, e que mesmo por isso fazem sem o sentir?

É como se algo se desligasse no cérebro (provado cientificamente), como se não estivéssemos lá e não guiássemos os nossos passos. Continuamos mecanicamente em frente...

Estranhos estes caminhos por onde andamos, à deriva... à esquerda, à direita, para cima, para baixo, ao lado... ao lado do outro caminho que se calhar podíamos ter escolhido...

Muitas vezes os caminhos mudam de direcção, sem nos apercebermos no transe habitual em que nos encontramos, e vão dar a outro lugar. Aquele outro... onde se calhar, inconscientemente é onde queremos desde o início estar.

Pergunto-me se escolhemos o nosso caminho, ou se somos escolhidos por ele, assim... mesmo sem sentir, deixando a vida nos levar para onde ela quiser...
 
posted by Meia Lua
Permalink ¤ 39 comments
quarta-feira, fevereiro 8,18:01
Cozinhar...
Imagem: Passion Flower

É uma coisa que gosto de fazer, mas não por obrigação. Em casa quase não cozinho, só mesmo ao fim de semana, porque afinal cozinhar para uma pessoa só, não tem a mínima graça.

Sabe-me muito bem num dia especial, experimentar uma receita nova, com arte e requinte... uma mesa cheia de velas e flores é um prazer.

O segredo de uma boa receita são os ingredientes, se forem frescos e de qualidade, o resultado é quase sempre um sucesso...

- 5 gotas de criatividade
- 1 dose generosa de pensamento positivo
- 1 colher de sopa de bom humor
- 1 garrafa ou mais... de um bom vinho
- 3 sorrisos leves e vários com muita vontade
- 1 colher de café com raspas de pimenta rosa
- olhares com profundidade q.b.
- 1 pitada de paciência
- chocolate para enfeitar

Ops! esquecí-me do amor... ingrediente que para uns é opcional, para outros essencial... vou até a mercearia da esquina, se ainda estiverem abertos e com um pouco de sorte, pode ser que eu consiga trazer um pacote...

 
posted by Meia Lua
Permalink ¤ 38 comments
terça-feira, fevereiro 7,10:56
Esta sou eu...
...segundo as estagiárias do meu departamento, a Ana e a Raquel (pestes!!! ) e a Nana (peste-mor)...

Passo a explicar o microfone... de vez em quando, canto para elas a fazer uma garrafa d'agua de microfone... (no comments please)

Já não há mais respeito! Uns sapatinhos tãaoooo feios, imperdoável!


Ainda não sei se lhes deixo esta semana a sair todos os dias às 21h00 ou se as ponho no tronco a dez chibatadas cada uma....

Sugestões???
 
posted by Meia Lua
Permalink ¤ 32 comments
domingo, fevereiro 5,20:02
O Desafio
E não é que a Eva nomeou-me para um desafio?
Agora tenho de passar a vergonha de dizer os meus hábitos mais estranhos aqui, para toda a gente ver...

Aqui estão:

1 - Dançar sozinha em casa...
Eu sei, eu sei... maluquices, mas dá-me para isso, o que é que eu posso fazer? O que vale é que ninguém vê...

2 - Não conseguir sair de casa sem deixar o quarto todo arrumado... roupeiro incluído...
Paranóia da arrumação... mas é tão bom chegar e ter tudo no lugar... acho mesmo um prazer!

3 - Lavar o cabelo todos os dias
Pois é... já me disseram que faz mal, que estraga o cabelo, que vai cair todo e vou ficar careca!
Não vale a pena, tenho de lavar o cabelo todos os dias, além do mais seca num instante e não dá trabalho nenhum...

4 - Chegar a casa e descalçar-me imediatamente
Corro para o quarto e a primeira coisa que faço é tirar os sapatos... e lá vou eu de chinelinhos... feliz da minha vida.

5 - Beber uma chávena de chá no trabalho
Entre as 16h30 até as 17h30, toca um sininho cá dentro... hora do chá! Com esta contaminei uma colega do trabalho e lá vamos nós as duas...

Hábitos....

Agora, passo à melhor parte que é nomear as próximas vítimas:

Lagoa Azul
Su do Xanax
Sparkling do Angels Flying
Nana do Chapters Unfinished
Lalisca do Laliscadas Alentejanas
 
posted by Meia Lua
Permalink ¤ 24 comments
sábado, fevereiro 4,02:07
Relato de uma noite Surreal
Todos os factos relatados neste post são verídicos.

19h00 – Em casa, preparada para uma noite de descanso, sem vontade de sair, depois de uma semana agitada e confesso, estava um bocadinho triste...
Toca o telefone e eram a Bela e a Zamy a convidarem-me para ir ao cinema.
- Em quinze minutos passamos aí, vamos jantar e depois cinema!
- OK. Tou um bocadinho cansada, mas vamos embora!

19h20 – Olho duas vezes pela janela sei que estão lá em baixo mas não vejo o carro que está parado à frente do caixote do lixo. Ligo para a Bela e ela diz que estão lá embaixo à minha espera. Saio a correr pela escada abaixo.

19h21 – Entro no carro da Zamy, que trouxe o carro do marido que está fora de Portugal a trabalhar, para o carro não ficar parado muito tempo, que se estraga (toda a gente sabe isso)

19h25 – Depois dos cumprimentos, conversa vai, conversa vem... a Zamy tenta ligar o carro, uma vez. Duas vezes. Três vezes. Nada.
Eu saio do banco de trás e digo:
- Deixa que eu ligo. (A pensar que era a “boa” e que comigo ia funcionar!!!)
Tento uma vez. Duas vezes. Três vezes. Nada. Desligo o carro, aperto o botão stop, tiro o cartão. Não fosse eu da indústria informática (penso: desligo tudo e volto a ligar), tipo um “Restart”... nada.
Ela sai do carro pega no cartão, liga, desliga, nada.

19h30 – Ela diz
- Ok, vou ligar à assistência, eles vêm, deve ser a bateria, carregam e saímos. Se não for, levam o carro e vamos no teu.
Freneticamente à procura dos papéis do seguro, nós as três, encontrámos. Ligamos para a Seguradora, que pede alguns dados e diz que volta a ligar em alguns minutos.

19h40 – A senhora seguradora liga, volta a confirmar os dados e diz que a assistência vem à caminho.

19h45 – A Zamy lembra-se de que o carro está na garantia, que ainda não tem 2 anos e portanto liga para a assistência da marca. O telefone toca, toca, toca e ninguém atende, quando a Zamy diz em alto e bom som que “se fosse de morrer, já tinha morrido”, um Sr. (nota: ouviu a frase) atende o telefone e diz para cancelar a assistência do seguro, porque o carro está na garantia e dá o número de um outro Sr., que supostamente é o técnico que vai ter connosco para arranjar o carro ou levá-lo ao stand.

19h48 – Ligámos para a seguradora a cancelar a assistência, ligámos para o número que o sr. da assistência da marca tinha dado, explicamos a situação e eis a resposta:
- Eu não vou porque estou com febre. Mas a Sra. liga outra vez para a assistência da marca que eles arranjam alguém para ir.

19h49 – Lá vamos nós outra vez... falámos mais uma vez com eles que garantem que daqui a alguns minutos iremos receber uma chamada do Sr. do reboque. Toca a procurar os documentos do carro para dar a matrícula etc. etc. etc...

19h55 – Liga o Sr. do reboque e ao mesmo tempo que fala com a Zamy está aos berros com os colegas a dizer para se calarem que ele estava ao telefone (nomes pelo meio)... e pergunta onde estamos. Explicamos como se chega à minha rua e esperamos...

20h00 – Liga o marido da Zamy. Eu não aguento e parto-me a rir sem parar, lágrimas a cair, dobrada de tanto rir no banco de trás. A Bela teve imediatamente a mesma reacção e a Zamy...idem! Não conseguia explicar onde estava, o que estava a fazer, o que tinha acontecido com o carro, para onde íamos etc. O Tó, do outro lado da linha pergunta logo se somos nós que estamos com ela, ela diz que sim e que não pode falar porque o Sr. do reboque está a ligar em chamada de espera ao mesmo tempo e manda-o desligar...

21h03 – Chega o Sr. do reboque. Entra no carro. Põe o cartão...
E o vira-casaca do carro FUNCIONA!!!!!!!!!!
Assim, à primeira... não é normal.
Eu como sempre tive uma crise de riso no meio da rua... seguida pela Bela...
A Zamy coitada, só pedia desculpas ao homem, com a cara no chão...

21h05 – Entramos no carro. Não vamos ao cinema, vamos só jantar.
Eu digo:
- AS TRÊS PATETAS.
A Zamy diz:
- O homem pensou que estávamos a gozar, olhou para mim e disse que eu podia ir embora que o carro não tinha nada.
A Bela só consegue rir.

21h10 – Entramos no restaurante

21h20 – Liga o marido! O Tó fala com a Zamy, fala com a Bela, fala comigo e não percebe nada do que se passou, diz que a culpa é nossa, que o carro estava sei lá o quê, não percebí o nome da coisa que ele estava a falar..., desliga, pedimos, jantamos, rimos de tudo o que se passou.

23h00 – Saímos do restaurante e vamos em direcção ao carro. Sinto-me em câmara lenta a pensar... “Deus queira que pegue”...

23h02 – Pegou!!!! Ufff que alívio.
Vamos às bombas porque a Zamy precisa por água no recipiente (não sei o nome, essa coisa dos carros é uma chatice) que faz sair água para limpar os vidros do carro.

23h10 – Nas bombas. Procuramos a alavanca que abre o capô (não sei se é assim que se escreve), a Zamy encontra, eu e a Bela continuamos a rir.
Ela vai lá para fora, não consegue abrir o capô.
Eu (a boa) saio do carro para ajudar, népia.
A Bela sai do carro.
Estamos as três do lado de fora. Cada uma tenta à sua vez.

23h20 – Desistimos.

23h30 – Estou em casa. Estou cansada. Mando um e-mail importante e escrevo este post.
Quero dormir.
 
posted by Meia Lua
Permalink ¤ 18 comments
quinta-feira, fevereiro 2,22:01
Eu realmente...
Estou farta de saber que fico impressionada com filmes de terror e suspense... que os dias e as noites passam e eu de vez em quando lembro-me das piores cenas. Que o meu coração à noite bate mais rápido com medo de fechar uma porta e atrás dela estar um assassino com uma faca descomunal, que não vou escovar os dentes descansada a pensar que vai aparecer alguém no espelho e que quando estiver a tomar banho qualquer barulho pode ser um sem fim de maneiras de morrer na banheira...

Antes podia ir dormir com a minha mãe, era o que eu fazia até uns anos atrás. Agora tenho de estar com as luzes todas acesas, passar a correr no corredor para não dar chance a alguma mão saída não sei de onde, de apertar o meu pescoço...

E com a idade que tenho e sabendo de todos estes perigos, não consigo resistir a um bom filme de terror. Adivinhem o que fiz hoje? Ví o "The Dark"... e sozinha. (excelente e bem feito)

Pois é... agora vou ter de tapar a cabeça à noite para não vir nenhuma menina sem olhos visitar-me com recados do além!!!

Só eu...
 
posted by Meia Lua
Permalink ¤ 16 comments
,11:25
And so it is...
Talvez eu seja mesmo sonhadora e ingénua, talvez eu acredite que é possível, talvez seja cheia de ilusões...

Devia ser como tu, ter os pés no chão, recolher-me, chamar-me à razão. Desfazer a imagem que tenho de ti, dos outros e só ficar com o que é paupável e real. Não acreditar no que leio, no que me dizem as pessoas que não conheço. Não acreditar que elas sejam o que sinto, deixar de fazer delas o que eu queria que fossem.

Talvez o meu problema, seja a minha imaginação.

“And so it is...
Just like you said it would be
Life goes easy on me
Most of the time
And so it is
The shorter story
No love, no glory
No hero in her skies”...

Abriste-me os olhos...
 
posted by Meia Lua
Permalink ¤ 21 comments
quarta-feira, fevereiro 1,22:00
Tu..., e Eu.
Eu era tua, tua... com tudo o que esta palavra pode dizer.

Tu tantas vezes disseste que não me querias perder, mas fizeste tudo para que isso acontecesse. Eu não queria acreditar e da pior maneira, a cobarde, empurraste-me para longe...

Tu quando percebeste que não havia volta, continuaste a tentar que eu não fosse embora. E eu... eu só queria que o tempo passasse, que a dor acabasse, esquecer...

Tu estavas sempre presente, no teu egoísmo tão próprio e tão dono de tudo que mesmo com uma vida nova, não deixavas “escapar” o que um dia te pertenceu.

Eu curei as minhas mágoas, cicatrizei e fechei o buraco que deixaste em mim, o tempo passou... e tu tens a tua vida, que dizes e mostras aos outros perfeita. Sinceramente tens tudo, tudo para seres feliz.

Eu, depois de tanto tempo, não faz tanto tempo assim... mas que a mim parece uma eternidade, quando já nem me lembro de como era o meu amor... tentas a todo o custo voltar a entrar na minha vida...

Eu comprimento-te normalmente da maneira superficial que te sinto em mim, não vou voltar a ser tua amiga, porque não confio mais em ti... quando precisei que fosses meu amigo, viraste-me as costas... e nem olhaste para trás... e por isso, mais por isso do que por todo o resto...

Eu recebo as tuas mensagens sem sequer, daquele dia até o dia de hoje ter respondido a uma... e continuas a insistir, como se o tempo pudesse ter apagado o que se passou... como se não respeitasses tudo o que vivi... como se de repente eu fosse uma folha em branco onde pudesses escrever outra vez.

Eu vejo e percebo os teus olhares, sinto o teu querer aproximar... mas não te vou permitir. Não porque tenha medo do que possa acontecer...

Eu só não te amo mais.
Antes eu era Tu, agora sou Eu.
 
posted by Meia Lua
Permalink ¤ 8 comments